Tabela das 10 motos mais vendidas de 2016


@motosmotor

CG 160 continua na liderança dos modelos mais vendidos

A fabricante japonesa, que é a que tem mais concessionárias distribuídas pelo Brasil e a maior fatia do mercado, continua na liderança de vendas com a CG 160 Titan na primeira posição da tabela dos modelos mais vendidos no período.

Shineray, que iniciou produção própria em 2015, ultrapassou a Yamaha no primeiro semestre em totais de vendas, mas a cinquentinha XY 50, líder de vendas da marca, caiu da 7ª para 10ª colocação em setembro, de acordo com dados da Fenabrave.

Honda CG Titan 160 2017
Imagem: Honda CG Titan 160 2017 – modelo permanece no topo das mais vendidas no Brasil (Divulgação)

Tabela das 10 mais vendidas no primeiro semestre de 2016

Marca/Modelo Unidades Vendidas
1 Honda CG 160 103.793
2 Honda NXR 160 Bros 68.234
3 Honda Biz 125 61.596
4 Honda Pop 110i 39.570
5 Shineray XY 50 37.001
6 Honda CG 150 29.409
7 Honda CG 125 19.304
8 Traxx JL 50 15.901
9 Honda CB 250 Twister 12.776
10 Honda XRE 300 10.929
Clique para Ver a tabela de preços atualizada

Gráfico das 10 mais vendidas no primeiro semestre e em setembro de 2016

As 10 motos mais vendidas 2016
Gráfico: As 10 motos mais vendidas no primeiro semestre de 2016 (Fenabrave/Motos Motor)
Gráfico das 10 mais vendidas
Gráfico: Os 10 modelos mais vendidos no mês de setembro de 2016 (Fenabrave/Motos Motor)

O mês de setembro fechou em queda em relação ao mês de outubro, tanto quanto ao mês de setembro de 2015. O mesmo ocorreu com o total do primeiro semestre de 2016 em relação ao período de 2015. Dados mais detalhados sobre a crise no setor automobilístico foram mencionados neste artigo, com fontes extraídas da Fenabrave – Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores.

* As informações contidas aqui podem não coincidir com atualizações oficiais e podem ser modificadas a qualquer momento sem aviso. Para melhores informações, é sugerido que visite o site oficial da Fenabrave.

Ao verificar os preços no site oficial antes de comprar ou vender sua moto, o valor pode referir ao preços público sugerido, em Manaus, para pagamento à vista, sem incluir despesas com frete e seguro, o que difere das concessionárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *